Rede Rio FM

Lula diz que retomada de relação com Venezuela é plena

Presidentes se encontraram nesta segunda-feira no Palácio do Planalto

Por Gilson Neto em 29/05/2023 às 22:20:54

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Luiz In√°cio Lula da Silva avaliou como plena a retomada das relações entre Brasil e Venezuela. "Sabemos das dificuldades que nós temos, sabemos da dívida da Venezuela e sabemos que tudo isso faz parte e vai fazer parte de um acordo para que a nossa integração seja plena", afirmou.

Lula recebeu nesta segunda-feira (29), no Pal√°cio do Planalto, o presidente venezuelano Nicol√°s Maduro. O encontro marca a retomada das relações entre os dois países. Na terça-feira (30), Maduro participa, ao lado de outros 11 chefes de Estado sul-americanos, de reunião com o mandat√°rio brasileiro.

Durante seu discurso, Lula lembrou que Maduro não vinha ao Brasil h√° oito anos e se referiu ao encontro como um "momento histórico" e de "volta da integração". "A Venezuela sempre foi um parceiro excepcional para o Brasil. Mas, por conta de conting√™ncias políticas e equívocos, o presidente Maduro ficou oito anos sem vir ao Brasil."

"Penso que esse novo tempo que estamos marcando agora não vai superar todos os obst√°culos que voc√™ [Maduro] tem sofrido ao longo desses anos", disse. "O preconceito contra a Venezuela ainda é muito grande", completou, ao criticar apoiadores de Juan Guaidó, líder da oposição venezuelana que se autoproclamou presidente do país vizinho.

Em sua fala, Maduro reforçou o discurso de integração regional, defendeu a construção do que chamou de uma nova América do Sul e teorizou sobre a entrada da Venezuela no bloco dos Brics (Brasil, Rússia, Índia, China e √Āfrica do Sul). "Junto aos Brics, vemos, no √Ęmbito geopolítico, elementos que podem nos fazer avançar. A união de cinco países muito poderosos".

"O Brics est√° se transformando em um grande ímã daqueles que buscam um mundo de paz e cooperação", completou, ao citar que mais de 30 países j√° solicitaram entrar no bloco.

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro

Coment√°rios

GILSONNETO.COM