Rede Rio FM

Governo destina R$ 7 milhões para o litoral norte de São Paulo

Meta do governo é retomar a agenda preventiva de desastres

Por Gilson Neto em 22/02/2023 às 23:01:28

Rovena Rosa/Agência Brasil

Mais de R$ 7 milhões foram liberados pelo governo federal nesta quarta-feira (22) ao município de São Sebastião (SP), um dos mais afetados pelas chuvas que atingiram o litoral norte de São Paulo. Os recursos poderão ser usados para compra de cestas b√°sicas, kits de limpeza e de higiene pessoal, colchões, refeições, √°gua mineral, combustível e aluguel de caminhão-pipa. De acordo com o Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional, serão atendidas mais de 73 mil pessoas. Os municípios que desejarem receber recursos devem enviar planos de trabalho.

"Nossas equipes continuam na √°rea trabalhando junto com as equipes das prefeituras e do governo do estado nos planos de restabelecimento e nos planos também de construção que foi uma orientação que nós demos a pedido do presidente Lula", disse o ministro da Integração e Desenvolvimento Regional, Waldez Goés, que participou, de reunião, no Pal√°cio da Alvorada, com o presidente Luiz In√°cio Lula da Silva e mais seis ministros.

Goés disse que o navio da Marinha que chega amanhã à região deve contar com cerca de mil profissionais dos quais 150 vão ajudar nas buscas e resgates.

Na última segunda-feira (20), o governo federal reconheceu o estado de calamidade pública em seis municípios paulistas: São Sebastião, Caraguatatuba, Guaruj√°, Bertioga, Ilhabela e Ubatuba. No mesmo dia, o presidente Lula foi até São Sebastião, acompanhado de ministros. Durante a visita, Lula anunciou que haver√° prioridade para a construção de moradias do Minha Casa, Minha Vida nos municípios atingidos.

De acordo Waldez Goés, a meta do governo é retomar a agenda preventiva por meio da recomposição do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Encostas e da destinação de R$ 10 bilhões para habitação. "Certamente muitos desses recursos serão para construir habitações de demanda dirigidas, onde esses pontos todos de situações de alto risco de deslizamento em encostas serão prioridade".

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro

Coment√°rios

GILSONNETO.COM