Rede Rio FM

DHPP cumpre mandados de prisão preventiva contra investigados pela morte de guarda municipal

Levantamentos apontam que a ação criminosa tinha como alvo uma das vítimas sobreviventes, e não o guarda municipal

Por Gilson Neto em 16/05/2023 às 00:45:57

Divulgação/SSP

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) cumpriu nesta segunda-feira, 15, os mandados de prisão preventiva de dois envolvidos no homicídio triplamente qualificado do guarda municipal √Ālvaro Max Barbosa Barretto, de 40 anos, ocorrido no último dia 22 de abril, no bairro Coroa do Meio, em Aracaju.

Segundo as investigações, além da morte do servidor público, outras tr√™s pessoas foram atingidas pelos disparos, entre elas uma jovem de 27 anos. Diante disso, o DHPP abriu inquérito policial, para investigar o caso, e, após ouvidas e dilig√™ncias, solicitou as prisões da dupla, prontamente decretadas pela 8¬™ Vara Criminal da Capital.

Os mandados foram cumpridos numa unidade do sistema prisional sergipano, onde os suspeitos j√° se encontravam recolhidos por outros delitos. Os homens estão sendo indiciados por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, meio cruel e recurso que impossibilitou a defesa das vítimas) e associação criminosa armada, com envolvimento de adolescentes.

As investigações apontam que a ação delituosa tinha como alvo uma das vítimas sobreviventes e foi motivada por acerto de contas do tr√°fico de drogas. Os levantamentos também levaram à identificação de um adolescente de 17 anos, cuja responsabilidade est√° sendo apurada em procedimento próprio pela Delegacia de Atendimento e Proteção à Criança e Adolescente (DPCA).

"Esse homicídio foi esclarecido, os mandados foram cumpridos, os supostos autores estão sendo indiciados por homicídio triplamente qualificado, por motivo torpe, meio cruel e por utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima. Além de também serem responsabilizados por associação criminosa, armada, com envolvimento de adolescentes. Foi identificado, pelo menos, um adolescente de 17 anos, supostamente envolvido", citou o delegado Tarcísio Tenório, do DHPP.

Outro envolvido

No início de maio, um dos supostos executores do crime que vitimou o guarda municipal, identificado como João Vitor Conceição dos Santos, o "Vitinho", contra o qual havia um mandado de prisão tempor√°ria pelo homicídio do empres√°rio Jaime Magneto, no Centro de Aracaju, veio a óbito após entrar em confronto com equipes da 2¬™ Delegacia Metropolitana, que apoiavam as dilig√™ncias investigativas e de captura relacionadas ao caso.

Fonte: SSP/SE

Comunicar erro

Coment√°rios

GILSONNETO.COM